Artigo 220 – 220

Não tenho mais dúvida – a prática é o único caminho para a excelência”
por Marcelo Veras | 29 de jun de 2015

 

Hoje é um dia especial. Pelo menos para mim, muito especial. Este é o artigo de número 220, desde que comecei a escrever semanalmente sobre gestão de carreira e desenvolvimento de competências. Nem parece que há 220 semanas, aproximadamente 4 anos e 3 meses escrevo toda semana, religiosamente. Para ser bem sincero, não achei que chegaria tão longe neste projeto. No início ficava me perguntando se haveria assunto (novo e relevante) para escrever semanalmente algo que valesse a pena ser lido. Sim, houve. Andei dando uma passada nos títulos de todos, desde o primeiro, e vi que o tema é tão amplo, mas tão amplo, que praticamente não houve repetição de um mesmo assunto.

Quando sentei para escrever o primeiro texto parece que a coisa não saia. A minha pergunta era “Por onde começo?”. Quando acabei de escrever o primeiro e o li, quase joguei no lixo. Quem escreve periodicamente sabe do que estou falando. Às vezes a gente escreve, lê e acha péssimo. Mas resolvi seguir o conselho de alguns mestres e deixei a coisa fluir, sabendo que a confiança e a evolução viriam com o tempo.

Como havia o compromisso de enviar um texto por semana para o JP decidi fechar a agenda toda segunda-feira às 19h para escrever. Logo vi que isso não ia funcionar. Tinha dia que eu sentava neste dia e horário, olhava para a tela do computador, ela olhava para mim e ficávamos os dois travados, apenas nos paquerando. Não saia nada, absolutamente nada. Após desistir dessa ideia, fui começando a perceber que em alguns momentos inusitados vinha uma ideia e uma vontade de sentar e escrever. As ideias surgiam em ocasiões bem inesperadas. Em um restaurante, quando um garçom me atendia muito bem, no meu ambiente de trabalho, quando alguém fazia ou dizia algo que eu gostava ou odiava, ou quando lia alguma notícia sobre carreira, crise econômica, manifestações e por aí vai. Quando isso acontecia e a agenda permitia, eu parava tudo e escrevia, até para não me esquecer do contexto e da mensagem que queria transmitir.

Assim fui levando, hora feliz com o resultado daquela semana, hora nem tão feliz com o produto final. Aos poucos, comecei a receber alguns emails. Depois eles foram aumentando em quantidade. Hoje, tenho até dificuldade de ler responder todos.

Quando estava no artigo número 170, veio o convite da Editora Atlas para publicar o primeiro livro, com os 100 melhores. Assim o fiz. Foi um projeto legal e fica, de certa forma, algum registro “eterno” desse trabalho.

Hoje tenho duas convicções bem fortes. A primeira é que evoluí. A prática constante nos faz melhorar a cada dia. Digo isso em todas as minhas aulas e palestras sobre desenvolvimento de competências e sinto o mesmo de forma muito evidente ao escrever hoje, comparado ao passado. A segunda é que ainda estou longe, muito longe, da excelência. Talvez precise de mais 220 artigos para dizer que sou bom nisso e mais 220 para ficar muito bom. O ótimo, então, deve estar bem mais longe.

Mas, independente de onde está o meu ponteiro de qualidade, sinto-me muito bem em saber que cada artigo é lido por muitas pessoas e que ajuda alguns a pensarem sobre temas que nunca pensaram ou a mudarem posturas que os ajudem a crescer pessoalmente e profissionalmente. Sei que as minhas visões e opiniões nem sempre são unanimidades, mas provocam reflexões e crescimento. Isso é muito bom. Se ajudei uma única pessoa a atingir um objetivo pessoal ou profissional com as minhas opiniões e dicas, já terá valido a pena.

Portanto sigo rumo aos próximos 220 ou até perceber que não estou mais sendo relevante. Um abraço e obrigado por dedicar uma parte do seu tempo para ler o que escrevo.

 96 Normal 0 false false false PT-BR JA X-NONE  

por Marcelo Veras
compartilhar