Artigo 371 – Idade não se define pelo RG

“Há velhos jovens e jovens velhos”

 

A Inova Business School patrocinou recentemente o Startup Weekend, um evento mundial da Techstars, onde pessoas criam uma startup(nova empresa) em um fim de semana. O tema desta 8aedição de Campinas foi “Educação” e não poderíamos ficar de fora. Participamos com algum apoio financeiro e com a mentoria de dois dos nossos professores. Eu também fui compor a banca julgadora. Os participantes (74 nesta edição) foram divididos em equipes na sexta à noite e trabalharam até o domingo, virando a noite e desenhando um projeto de uma nova empresa para apresentar à banca julgadora. Dispondo, para isso, de 3 minutos. Isso mesmo, 3 minutos.

Entre os 74 participantes, havia de tudo. Jovens recém-formados, profissionais de outras áreas, como cultura e esporte, pessoas de outros estados e alguns “jovens há mais tempo”. Dentre estes, estava um amigo, que tem perto de 50 anos de idade e é diretor de tecnologia e inovação de uma grande empresa multinacional. Ao saber que estava ali, no meio da garotada, participando integralmente do desafio, a minha surpresa se misturou com admiração e mais respeito do que já tinha por ele. Carreira consolidada, cargo mais do que importante, senioridade inquestionável e ali, como os demais, aprendendo e participando de um evento de inovação.

Também recentemente, em um encontro de apresentação dos nossos cursos de pós-graduação, um participante bem mais velho do que a média assistiu a minha apresentação atentamente. Ao final, perguntei se ele estava ali mesmo interessado em pós-graduação, visto que a média de idade nestes cursos é menor. A resposta foi direta e clara: “Estou aqui e vou fazer uma pós-graduação para me atualizar e conviver com esses jovens que estão mudando o mundo”. O seu cargo? Diretor de tecnologia da informação em outro grande grupo nacional com sede em Campinas.

Dois casos bem diferentes, mas que mostram claramente o tipo de postura de quem, independente da idade ou da posição no mercado, está sempre em busca de desenvolvimento, esteja ele onde estiver.

Para alguns pode parecer estranho alguém de 50 anos sentar ao lado de um jovem de 25, que acabou de sair da faculdade, para estudar em uma pós-graduação ou participar de um desafio de fim de semana. Mas para eles, trata-se de algo normal e relevante, porque estão convivendo com a diversidade, com a juventude e com novos modelos mentais e formas de enxergar o mundo. Um deles me confessou: “Tenho aprendido muito com eles e me renovado como pessoa e como profissional”.

Pois aí está. Independente da sua idade no RG, saiba que nunca é tarde para buscar novos conhecimentos e participar de ambientes e ecossistemas onde a diversidade impera. Nestes, você pode se abrir para o novo e vivenciar o chamamos de “nova economia”, onde jovens de todas as idades estão buscando formas de melhorar o mundo, impactar pessoas e resolver grandes problemas através da inovação.

#ficaadica – Saia um pouco de ambientes onde só existem iguais e que pensam da mesma forma. Busque se envolver em atividades onde você beberá em novas fontes, manterá contato com novos pensamentos e conhecerá novas formas de resolver problemas. Esse é o mundo atual e nele existem muitas oportunidades para você crescer como pessoa e como profissional. Até o próximo!