Artigo 401 – O Futuro do Trabalho – parte I

“O que o futuro do trabalho espera de você?”

Anualmente, o Fórum Econômico Mundial publica o relatório chamado “The Future of Jobs Report” (O relatório Futuro do Trabalho). Neste, executivos, empresários e pesquisadores do mundo inteiro são ouvidos e emitem suas opiniões sobre vários temas ligados ao futuro do trabalho. No nosso caso, o que mais me interessa e que quero compartilhar aqui são os resultados em relação às competências que estão em alta e que mais serão valorizadas nos próximos anos. Esta é, além das minhas entrevistas pessoais e demais estudos que consumo, uma das fontes que atribuo muita credibilidade.

No último relatório, publicado no final de 2018 e que consegui ler com muita calma nas minhas férias, tem novidades. E não são poucas. Já escrevi recentemente aqui uma série completa sobre as “Top 10” competências de relatórios anteriores, e agora quero explorar, uma a uma, as 10 competências apontadas como as mais valiosas para 2022. Ressalto que o relatório apresenta, segundo os pesquisados, competências para o momento e também para o futuro próximo. Neste relatório, quero focar neste “futuro próximo”, 2022.

Bom, como fiz anteriormente, vou listar as 10 competências e depois analiso e exploro melhor cada uma delas. Vamos à lista:

1 – Pensamento analítico e inovação;

2 – Aprendizagem ativa e estratégias de aprendizagem;

3 – Criatividade, originalidade e iniciativa;

4 – Design tecnológico e programação;

5 – Pensamento crítico;

6 – Solução de problemas complexos;

7 – Liderança e influência social;

8 – Inteligência emocional;

9 – Raciocínio, resolução de problemas e ideação;

10 – Análise e avaliação de sistemas.

Em relação aos últimos relatórios, a lista traz muitas novidades quando analisamos as competências individualmente e a sequência de importância, mas se olharmos por blocos, o recado continua bem parecido com o que já havia sendo apresentado nos últimos anos. Que recado é este?

Mesmo sem serem apresentadas as habilidades de cada competência (o relatório não entra nesses detalhes), os nomes falam por si só e gostaria de deixar um dever de casa para você. Passe o olho na lista e tente fazer uma síntese que possa definir, segundo esta pesquisa, o profissional do futuro.

No meu próximo texto vou dar a minha opinião sobre o que, em síntese, define este profissional do futuro. Na sequência, vou explorar uma a uma, as 10 competências e, cruzando com os meus estudos, tentar deixar para você um melhor entendimento de como cada uma delas pode ser desenvolvida e utilizada para alavancar a sua carreira.

Por hora, o que posso dizer é o seguinte: “Estamos vivendo um momento histórico onde todo e qualquer absolutismo está em cheque. E isso redefine por completo os nossos conceitos sobre carreira e desenvolvimento de competências”. Até o próximo!

 

Photo by Heidi Sandstrom. on Unsplash